O valor cognitivo do cinema e das imagens segundo Walter Benjamin

Renato Franco

Resumen


Este trabalho pretende expor criticamente a concepção de Walter Benjamin sobre o cinema e sobre a natureza das imagens. Para tanto, analisa a argumentação desenvolvida por Benjamin no ensaio A obra de arte na era de sua reprodução técnica, além de se referir a Pequena História da fotografia. A análise objetiva ainda refletir sobre alguns aspectos de sua concepção, inclusive procurando desenvolver os que não foram suficientemente esclarecidos pelo autor. O objetivo é o de verificar como ele constituiu uma teoria crítica das imagens na modernidade e verificar em que medida elas apresentam um caráter emancipatório.

Palabras clave


Filosofia e cinema; Walter Benjamin; cinema; imagens; Teoria crítica; educação; semiformação; não-idêntico; esperança

Texto completo:

PDF (Português)

Número de visitas del artículo: 74

Número de descargas: 48

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2014 Renato Franco

URL de la licencia: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/es/legalcode.es

Constelaciones. Revista de Teoría Crítica
ISSN 2172-9506