Reflexoes críticas acerca do processo de Bolonha à luz das contriuiçoes de Herbert Marcuse e Paulo Freire

Stefan Klein, Sabrina Fernandes

Resumen


O artigo tem o intuito de, a partir das teorias críticas elaboradas tanto por Herbert Marcuse quanto por Paulo Freire, o primeiro mais voltado a um diagnóstico geral no que diz respeito ao que denominava sociedade industrial avançada, o segundo a questões envolvendo as possibilidade de uma educação emancipatória, realizar um balanço crítico de alguns aspectos do Processo de Bolonha. Buscouse, assim, focar em especial a relação com a influência exercida por parte do mercado de trabalho, analisando os documentos oficiais (comunicados) que orientam sua implementação e desenvolvimento, com atenção especial ao papel exercido pelos conceitos de employability (empregabilidade) e lifelonglearning (educação continuada).

Palabras clave


Teoria crítica; Herbert Marcuse; Paulo Freire; Processo de Bolonha; educação superior

Texto completo:

PDF (Português)

Número de visitas del artículo: 148

Número de descargas: 23

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.


Copyright (c) 2014 Stefan Klein, Sabrina Fernandes

URL de la licencia: http://creativecommons.org/licenses/by-nc/3.0/es/legalcode.es

Constelaciones. Revista de Teoría Crítica
ISSN 2172-9506